1. Fontes de tensão - baterias e geradores

Para que haja circulação de energia sob a forma de eletricidade, é necessário que exista um dispositivo que possua - e mantenha razoavelmente constante - uma diferença na quantidade de cargas elétricas entre dois pólos. Esta diferença de potencial elétrico (d.d.p.), mantida constante, caracteriza a chamada fonte de tensão elétrica contínua.
Em termos práticos, o dispositivo mais comum que funciona como fonte de corrente contínua é a pilha ou acumulador, também chamada bateria quando associadas em série ou paralelo.
A pilha elétrica mais antiga que se tem notícia é a chamada "bateria de Bagdad", uma pilha descoberta por arqueólogos na cidade de Bagdad, atual Irã. Até esta descoberta tinha-se que a pilha eletroquímica fora inventada por Alessandro Volta em 1800.

Outra forma de se obter tensão elétrica é através uso de geradores, que transformam a energia mecânica em energia elétrica. Normalmente os geradores estão conectados a baterias, pois uma vez cessado o movimento no eixo do gerador, cessa a produção de tensão entre seus pólos. Existem outros tipos de geradores elétricos, que transformam outras formas de energia, além da mecânica, em eletricidade. Painéis solares, e.g., são geradores elétricos que transformam energia dos fótons que formam a luz solar em energia elétrica. As pilhas eletroquímicas podem também ser consideradas geradores, pois transformam a energia química em energia elétrica.




Um motor DC (corrente contínua) normalmente funciona como um gerador. Ou seja, tanto pode funcionar como motor, transformando energia
elétrica em movimento (energia mecânica), quanto no modo inverso, transformando movimento em energia elétrica - como gerador, portanto.







Referências:

http://news.bbc.co.uk/2/hi/science/nature/2804257.stm
Comments